Thiago Mattos

É tradutor, professor e escritor. Em 2018, concluiu um Doutorado na Universidade de São Paulo (USP), sob orientação de Álvaro Faleiros, sobre a tradução de Mon coeur mis à mu, obra inacabada de Charles Baudelaire. Como pesquisador, publicou ainda artigos sobre tradução literária em periódicos do Brasil e do exterior, todos disponíveis online. Como escritor, publicou Teu pai com uma pistola (2012), Casa devastada (2014) e Solo: noturno a quatro vozes (2018), todos pela Confraria do Vento. Recentemente, organizou e traduziu com Diego Grando a antologia Petite rafale: nova poesia quebequense, como resultado da participação de ambos no Festival Internacional de Poesia de Trois-Rivières. Pela Rafael Copetti Editor, publicou A retradução de poetas franceses no Brasil: de Lamartine a Prévert (2018) junto com Álvaro Faleiros.