Renato Serra

renato-serraNasceu em Cesena, Itália, em 1884, e morreu numa trincheira em Podgora, Croácia, em 1915. Durante sua curta vida, formou-se em Letras pela Università degli Studi di Bologna, com a tese Dei trionfi di F. Petrarca (publicada em 1929), foi professor na Scuola normale femminile em Cesena, diretor da Biblioteca Malatestiana, escritor e crítico literário. Escreveu sobre autores que lhe eram contemporâneos, como Pascoli e Panzini, atentando-se a elementos que diziam respeito à arte, ao estilo e à psicologia dos autores. É característico de sua crítica, sob influência do fragmentismo, o caráter confessional, buscando na análise da literatura contemporânea respostas para suas próprias inquietações, relacionadas à guerra e à literatura. Assim é Exame de consciência de um literato (1915), escrito em campo de batalha menos de três meses antes de sua morte, e publicado pela primeira vez em português pela Rafael Copetti Editor, em 2019, com tradução de Andréia Guerini e Andréia Riconi, e prefácio de Andrea Lombardi.