Luciene Lehmkuhl

Doutora em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com estágio doutoral na Universidade Nova de Lisboa (Portugal), e estágio pós-doutoral no Centre d’Histoire et Théorie des Arts (EHESS) de Paris. É professora do Departamento de História do Programa de Pós-Graduação em História e do Programa de Pós-Graduação em Artes, ambos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). É integrante do projeto de pesquisa Modernidade, Arte e Pensamento (CNPq), coordenado por Maria Bernardete Ramos Flores. É autora, entre outras publicações, de O Café de Portinari na Exposição do Mundo Português: modernidade e tradição na imagem do Estado Novo (EDUFU, 2011), e com Maria Bernardete Ramos Flores e Vera Collaço, A Casa do Baile: estética e modernidade em Santa Catarina (org., Fundação Boiteux, 2006). Colaborou com um ensaio no livro História e arte: herança, memória, patrimônio (2014) e outro em Arte e pensamento: operações historiográficas (2016).