Dirce Waltrick do Amarante

dirce-waltrick-do-amaranteÉ professora adjunta de Artes Cênicas do Departamento de Artes e Libras e da Pós-Graduação em Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduada em Direito pela UFSC, obteve os títulos de Mestra e Doutora em Teoria Literária pela mesma instituição. É Pós-Doutora pela UFSC/UFMG. Desde 2002, organiza com Sérgio Medeiros o Bloomsday de Florianópolis, evento que homenageia o escritor James Joyce. Traduziu para o português, dentre outras obras, Contos de Ionesco para crianças (Martins, 2008), O gato e o diabo (Iluminuras, 2013) e Os gatos de Copenhague (Iluminuras, 2013), estes últimos de James Joyce. É também editora do Jornal de Arte e Cultura da UFSC e membro do Núcleo de Pesquisa e Estudos sobre Samuel Beckett da Universidade de São Paulo (USP). É autora, entre outros, de De santos e sábios: ensaios estéticos e políticos de James Joyce (Iluminuras, 2012), organizado com Sérgio Medeiros, Para ler Finnegans Wake de James Joyce (Iluminuras, 2009), e As antenas do caracol: notas sobre literatura infanto-juvenil (Iluminuras, 2012). Para a Rafael Copetti Editor, traduziu Alice no país das maravilhas (2015), de Lewis Carroll; e em 2018, colaborou com a apresentação de A armadilha de Medusa, de Erik Satie, obra traduzida por Marina Bento Veshagem