Davi Pessoa

É professor adjunto de língua e literatura italiana na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Possui graduação em Letras (português/italiano) pela Universidade Federal do Ceará. Atuou como professor substituto de língua e literatura italiana no curso de Letras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). É Mestre em Estudos de Tradução (PGET/UFSC), sobre a tradução italiana de Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. Doutor em Teoria Literária pela UFSC (com pesquisa em La Sapienza/Roma), com projeto sobre a questão da escritura em Elsa Morante e em Macedonio Fernández. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua e Literatura Italiana, atuando principalmente nos seguintes campos de pesquisa: teoria da literatura, literatura italiana, tradução literária, crítica de arte e filosofia italiana. É autor de Terceira Margem: Testemunha, Tradução (Editora da Casa, 2008). Atua também como tradutor de literatura e filosofia italiana. Traduziu A razão dos outros e Ou de um ou de nenhum (Lumme Editor, 2009), de Luigi Pirandello, Georges Bataille: filósofo (Ed.UFSC, 2010), de Franco Rella e Susanna Mati, Desgostos (Ed.UFSC, 2010) e Ligação Direta (Ed.UFSC, 2011), ambos de Mario Perniola, e os livros Nudez, O tempo que resta e Meios sem fim do filósofo italiano Giorgio Agamben (Autêntica, 2014).