Aldrin de Moura Figueiredo

Doutor em História pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq e professor da Faculdade de História da Universidade Federal do Pará (UFPA) nos programas de Pós-Graduação em História Social da Amazônia e de Arquitetura e Urbanismo. É diretor do Centro de Memória da Amazônia sediado na UFPA e coordenador do Grupo de Pesquisa em História Social da Arte da UFPA (CNPq). Sua área de pesquisa procura conexões entre a história cultural, as artes visuais e o ensaio crítico. Atualmente, vem se dedicando ao estudo de: artes plásticas e literárias na Amazônia nos séculos XIX e XX; patrimônio histórico; história e arquivos; memória e acervos da imigração estrangeira na Amazônia; e história social da intelectualidade amazônica (séculos XVIII-XX). É autor, entre outras publicações, de Os vândalos do apocalipse e outras histórias: arte e literatura no Pará dos anos 20 (Instituto de Artes do Pará, 2012). Colaborou com um ensaio no livro História e arte: herança, memória, patrimônio (2014).